Pimenta-do-Reino

Piper nigrum

Moída ou em pó, a pimenta-do-reino deve ser usada às pitadinhas, com muita moderação, e de preferência em pratos mais pesados, como os feijões e as carnes gordas. A culinária integral e a macrobiótica condenam-na, e sugerem sua substituição pelo gengibre, orégano, cebolinha, nirá e, às vezes, uma pitada de cominho. Como os outros tipos de pimenta, a pimenta-do-reino também produz um efeito irritativo sobre o aparelho digestivo, se ingerida constantemente e em quantidade exagerada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: