Ervilha

Pisum sativum

Pisum sativum

Os dois tipos de ervilha têm mais ou menos os mesmos componentes e valor nutritivo: vitaminas A, B, C, cálcio, fósforo e ferro. A ervilha-torta, de sabor adocicado, pode até ser comida crua, em pequenas quantidades. A ervilha rasteira só permite o consumo das sementes cozidas, e sua casca pode ser aproveitada para enriquecer um caldo de legumes.

As duas são mais digestivas quando cozidas. Dessa forma, podem ser usadas como saladas, refogados, acompanhamento de assados, aves etc. As sementes ficam também uma gostosura no recheio de panquecas, omeletes, risotos, molhos, cuscuz, tortas, empadinhas. Ou ainda, entrar na composição de um saudável e colorido prato de legumes.

A ervilha rasteira serve para fazer uma excelente conserva caseira, muito mais nutritiva do que a industrializada, porque não leva nenhum produto químico.

Faça agora mesmo: Sopa de Ervilhas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: