Cebolinha

Allium schoenoprasum

Allium schoenoprasum

A cebolinha é muito semelhante à cebola. A vantagem é que em qualquer cantinho de jardim, quintal, num vaso, em pouco tempo se consegue um perfeito substituto da cebola. É igualmente rica em componentes nutritivos, é mais digestiva e tem doses de vitamina A e de cálcio em maior quantidade.

A cozinha e a medicina macrobióticas preferem o uso da cebolinha, com o argumento de que ela não produz tantos gases intestinais quanto a cebola. Na cozinha ocidental, seu uso é muito variado: saladas, refogados, patês, molhos, sopas, risotos, farofas, enfim, qualquer prato a que se queira dar um gostinho ardente e levemente adocicado.

A cebolinha vai bem sozinha ou fazendo parte do chamado “cheiro-verde”. Normalmente se mistura a cebola e a cebolinha no mesmo tempero. Não há necessidade porque a parte branca da cebolinha é o mesmo que a cebola. Tudo bem misturar as folhas da cebolinha com a cebola.

Mas é aconselhável então usar a parte branca em pratos mais delicados, por exemplo, um suflê de legumes, um molho suave de salada, um recheio de tortinhas, de canelone. A observação, na prática, é a de que muitos organismos costumam reagir melhor ao uso da cebolinha do que ao da cebola. A escolha é sua.

Anúncios

4 Respostas so far »

  1. 1

    daniela said,

    Gostei muito disso, tá?

  2. 3

    Duda said,

    Tive que fazer um trabalho sobre a cebolinha e suas informações me ajudaram muito!! Obrigada!!


Comment RSS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: